Apesar do fim do bloqueio, Cuba permanece uma ilha na Internet
Home / Notícias /

Apesar do fim do bloqueio, Cuba permanece uma ilha na Internet

Compartilhe este conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

bg-cuba

O anúncio de que os Estados Unidos e Cuba retomaram o diálogo para tentar pôr fim ao bloqueio econômico gerou grandes expectativas no mundo inteiro. Enquanto não é um mercado muito grande, os domínios  “.cu” têm atraído um interesse inesperado nos últimos dias, o que deixou em evidência as deficiências da entidade registadora cubana.

O registro de domínios relacionados a Cuba aumentou após o anúncio de que o princípio do fim do bloqueio norte-americano estaria próximo. Dentro de dias, uma grande quantidade de interessados consultaram sobre a possibilidade de registrar sites relacionados à ilha paradisíaca, principalmente para tentar atrair os usuários que procuram informações sobre suas praias.

De qualquer forma, Nic.cu continua aparecendo muito abaixo na lista de registros de domínio dos países latino-americanos. Isto é devido às complicações que surgem ao tentar registrar um domínio com esta terminação. Para começar, há taxas diferentes para as partes interessadas dentro do país e no exterior, enquanto os residentes devem pagar 222,70 pesos cubanos, os estrangeiros têm um custo de US$ 350,00.

Além disso, em relação aos habitantes da ilha, pessoas físicas não podem registrar domínios, mas só podem fazer as agências estatais, organizações políticas, ONGs, empresas de capital privado, etc.

Segundo Nic.cu, existem atualmente 4.877 sites que usam esse domínio, dos quais 1.353 são .cu, 2200 .co.cu, 196 .com.cu, e os restantes são divididos entre Edu.cu (32), Gob.cu (17), inf.cu (25), net.cu (7), org.cu (12), sld.cu (192), tur.cu (548) e cult.cu (295).

Dadas as complicações que surgem para registrar locais Nic.cu, há um monte de sites que se referem a Cuba, mas estão sob terminações genéricas internacionais, como .com ou .net. Segundo a ICANN, nos últimos dias os domínios que se referem a esta ilha aumentaram de 100  para mais de 1.500 diários, incluindo em destaque aqueles que mencionam Havana.

Fonte: DonWeb.com


Compartilhe este conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe-nos saber o que pensa. Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *